Você está aqui
Home > Formula 1 > Ferrari Otimista Para Suzuka

Ferrari Otimista Para Suzuka

 

Com o ‘circo’ da Formula 1 a visitar Suzuka, para aquela que será a 16ª etapa do campeonato, a Ferrari tem uma postura positiva , pelo menos a julgar pela opinião de Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen.

Depois de um fim de semana para esquecer na Malásia, em que a equipa em menos de nada passou do sonho ao pesadelo, salvou-se a magnífica corrida de Sebastian Vettel  que largou de último para concluir às portas do pódio, na 4ª posição.

“Acho que ainda temos uma possibilidade”, disse Sebastian Vettel. “… e quero ter a certeza que a vamos usar. Estivemos a observar os problemas que tivemos nos nossos carros e acho que temos um bom conhecimento sobre eles. Mas o processo para entender tudo o que aconteceu ainda não está fechado. Pelo menos é bom saber que o problema da caixa de velocidades deve estar resolvido, depois do acidente na volta de desaceleração em Sepang.

Relativamente a este fim-de-semana no Japão, não fomos suficientemente competitivos aqui, mas agora poderá ser diferente. Estou com uma mentalidade aberta e crente que temos um bom conjunto para esta prova. Falta realizar cinco etapas e estamos atrás, nos pontos. Mas, o resultado final também dependerá do que fizerem os nossos adversários.”

Kimi Raikkonen não correu a etapa passada. O finlandês até esteve bem na qualificação, assegurando uma posição na primeira linha, ao lado do autor da pole, Lewis Hamilton, mas na volta de aquecimento para a corrida teve o mesmo problema que tinha afetado Vettel na qualificação de sábado. Como a situação não pôde ser solucionada, Raikkonen viu a corrida pelos écrans de televisão da sua boxe.

“Suzuka é uma pista desafiante, um pouco ao estilo antigo”, disse Raikkonen. “É bastante estreita e as escapatórias, que antes tinham gravilha, agora têm asfalto. É necessário um bom setup para se ser rápido, pois pode-se perder muito tempo no 1º sector. Aqui, como em qualquer pista este ano, acho que podemos ser rápidos. Por causa do ‘downforce’ podemos ser um pouco mais lentos em reta, mas devemos ser mais rápidos a curvar. Há muitas curvas de alta velocidade, especialmente na primeira parte. No passado, algumas curvas eram um pouco traiçoeiras, talvez este ano possam ser mais fáceis, pois deveremos ser bem mais rápidos a passar por elas.”

Sobre a Malásia, Raikkonen disse, “Na corrida passada tivemos um problema inesperado, mas muito trabalho foi feito para se perceber o que aconteceu. Se isso será suficiente para sermos 1º ou 2º, vamos ver. As três equipas principais estão muito próximas entre si, é necessário fazer tudo certo e estar no nosso melhor. Esperemos que amanhã o tempo se aguente, para que nós possamos andar rápido.”

Fotos: Oficiais/Ferrari

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top