Você está aqui
Home > Turismo > Stock Car Brasil > Fraga e Barrichello Vencem na Stock Car Brasil em Buenos Aires

Fraga e Barrichello Vencem na Stock Car Brasil em Buenos Aires

 

Felipe Fraga e o ex-piloto de Formula 1, Rubens Barrichello, foram os vencedores da Stock Car Brasil em Buenos Aires. As duas corridas do programa foram intensas e difíceis, fruto da chuva que chegou para animar a ‘festa’ nesta visita do campeonato à Argentina.

A temporada de 2017 da Stock Car continua a aproximar-se da hora decisiva. Este domingo, as duas corridas de Buenos Aires reforçaram a excelente imagem deste grande campeonato, o mais importante do automobilismo no Brasil. Ambas as corridas foram complicadas, com a chuva a dificultar muito a vida aos pilotos na primeira e a sair para a segunda, embora deixando a pista bastante traiçoeira.

Na primeira corrida, Felipe Fraga soube impor-se aos seus rivais, levando o Chevrolet Cruze da Cimed Racing Team à vitória, na frente de Thiago Camilo (Ipiranga Racing) e Daniel Serra (Eurofarma RC). Com a corrida a ser iniciada atrás do safety-car devido às dificeis condições de pista, causadas por uma autêntica ‘bátega’ de água, Daniel Serra saiu na frente de Thiago Camilo e Felipe Fraga. Assim se manteve tudo até que, num sopro de força proporcionado pelo “Push-to-pass”, Fraga se sobrepôs a Camilo e Serra, na reta da meta. Carregar no botão na hora certa foi o segredo desta manobra que deu champanhe para o piloto com as cores da Cimed.

“Ontem faltou pouco para fazer a pole, ficámos um pouco tristes porque sabemos onde errámos”, disse Felipe Fraga. “No warm-up o carro rendeu bem na chuva e na corrida consegui usar o botão da ultrapassagem no momento certo, o Thiago Camilo e o Daniel Serra patinaram na pista e consegui fazer as ultrapassagens.”

Diego Nunes (Hero Motorsport) e Marcos Gomes (Cimed Racing) fecharam o lote dos cinco primeiros.

‘Rubinho’ para a alegria da multidão

A segunda corrida, já sem chuva mas com uma pista difícil, foi palco para o regresso de Rubens Barrichello às vitórias. Aliás, as condições de pista foram determinantes, pois o segredo para o bom desempenho na segunda corrida teve a tudo a ver com opções, de pneus.

Rubens Barrichello (Full Time Sports) optou por pneus de seco para a corrida e foi esse o segredo ao se impor à concorrência. O piloto arrancou de 21º, efetuou uma notável recuperação e nem uma pedra no párabrisas o impediu de chegar à vitória. No final, o entusiasmo do público quase nos fazia pensar que tinha sido um argentino a vencer.

“Foi uma grande corrida, o vidro do carro quebrou bem no meu campo de visão”, disse Rubens Barrichello. “Estou muito feliz, é uma vitória para deixar a gente animado depois de uma etapa que não começou muito boa para a equipa. O acaso nos levou a colocar o slick. O meu carro estava muito bom e no final foi só controlar o consumo de combustível.”

A luta pelo segundo lugar foi o outro foco de interesse desta corrida. Rafael Suzuki esteve na posição mas acabaria nas últimas voltas por ser ultrapassado por Max Wilson. O piloto da Euroframa RC assegurava deste modo o degrau intermédio do pódio, relegando Suzuki e o Chevrolet da Cavaleiro Sports para 3º.

Julio Campos (Prati-Donaduzzi) e Cacá Bueno (Cimed Racing Team) asseguraram os restantes lugares nos cinco primeiros.

Com 9 das 12 etapas do campeonato já realizadas, antes da visita a Tarumã (22 Outubro), Daniel Serra lidera a Stock com 259 pontos, seguido de Thiago Camilo (255p) e Felipe Fraga (214p).

Fotos: Oficiais/Stock Car/Vicar/Duda Bairros

Stock_Buenos_DSerra

Daniel Serra

Stock_Buenos_TCamilo

Thiago Camilo

Stock_Buenos_Rubinho

Rubens Barrichello

Stock_Buenos_MaxWilson

Max Wilson

Stock_Buenos_RafaSuzuki

Rafael Suzuki

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top