Você está aqui
Home > Formula 1 > Impressionantes Números da ‘Operação’ Mercedes no GP Estados Unidos

Impressionantes Números da ‘Operação’ Mercedes no GP Estados Unidos

 

O Grande Prémio dos Estados Unidos de Fórmula 1 é, provavelmente, um dos favoritos para as equipas, pilotos e fãs. A prova, desde 2012 realizada no Circuit Of The Américas (COTA), nos arredores de Austin (Texas), não consegue rivalizar com eventos como os do Mónaco ou Singapura, no entanto, é provavelmente a mais movimentada do ano quando falamos das operações de marketing das equipas.

A corrida de Fórmula 1 no Texas é um evento de topo em termos de marketing. O mercado americano é uma meca e, na Fórmula 1, representante máximo do automobilismo em termos de audiências, público, tecnologia, etc., a oportunidade de envolver todos os meios ligados a estas áreas durante um evento de Fórmula 1, nos Estados Unidos, é potenciada ao máximo em inúmeros aspetos. Só para vos dar uma ideia, vejamos em detalhe a ‘operação’ da Mercedes; A equipa vai receber mais de 1.000 convidados durante os três dias do evento. Só VIP’s serão 210, que irão desfrutar do luxo do Silver Arrows Lounge, a suite do Paddock Club da equipa, com visão privilegiada para a garagem Silver Arrow (boxe Mercedes). Mas, haverá ainda mais 40 convidados que serão recebidos e entretidos na área de hospitalidade da equipa, durante os três dias.

Nesta área da Mercedes, durante o fim-de-semana, os media também são recebidos, sendo esperados cerca de 150 jornalista por dia. Embora, verdade seja dita, esta impressionante área da equipa Mercedes não tenha o mesmo impacto que a utilizada durante os eventos da Europa.

Durante todo o evento, que amanhã tem início em COTA, a Mercedes irá servir aproximadamente 1.700 refeições, o que dá uma média de 500 por dia, mais as que são disponibilizadas à equipa e aos convidados. Obviamente, tamanha operação requer constante acompanhamento e pessoal especializado. Só para o marketing, estarão 14 pessoas ao serviço da equipa, desde pessoal de apoio a gestores de relações públicas. A apoiar estes 14 operacionais, mais 13 colaboradores/as, com capacidade para comunicar em seis diferentes idiomas, para assegurar que nada falta ao total envolvimento e divertimento da autêntica “invasão” de convidados, VIPS e imprensa.

E como é um dia no Paddock Club da Mercedes? Passamos a explicar; Tudo começa com uma introdução no Silver Arrows Lounge. Os convidados são depois entretidos com um comentário e apresentação por parte dos moderadores especializados da Mercedes, a que se segue uma visita guiada aos bastidores da equipa, que inclui uma visita detalhada às boxes.  Aqui, alguns, poucos, sortudos, terão a possibilidade de ser acompanhados por gente de peso na equipa, enquanto conhecem em detalhe algumas áreas ‘mais privadas’ da boxe, como por exemplo a área de operações técnicas da Mercedes. Terão ainda a possibilidade de conhecer os pilotos, antes de participarem num jantar com estes e toda a equipa.

Para o evento nos Estados Unidos, como para qualquer outro da temporada de Fórmula 1, tudo já foi preparado com muita antecedência. Duas semanas antes do evento, o staff da equipa já organizou em detalhe quem são os 210 convidados, que estarão em ‘boxes’ individuais, com customização para cada um deles e com toda a sua agenda para este fim-de-semana exclusivo, preparada ao detalhe.

Todo o trabalho manual de preparação para a ‘operação’ de marketing dos Estados Unidos começa com oito dias de antecedência. Nos Estados Unidos, as suites, colocadas no primeiro piso da ‘motorhome’, cobrem uma área de 360 metros quadrados. Esta área é montada por um staff de sete pessoas, que para colocar tudo pronto teve que trabalhar 10 a 12 horas por dia. Só para se ter uma ideia da dimensão desta área, ela é transportada, para cada Grande Prémio, por 74 contentores.

Fotos: Mercedes

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top