Você está aqui
Home > Turismo > DTM > Jamie Green Vence em Hockenheim e Relança Chama do Título

Jamie Green Vence em Hockenheim e Relança Chama do Título

 

Jamie Green venceu hoje em Hockenheim a primeira das duas corridas finais desta temporada do DTM. O piloto britânico saltou da segunda linha da grelha de partida para assumir a 2ª posição, ainda na primeira volta, atrás de Timo Glock que, com um arranque perfeito, de imediato abriu distância de todo o pelotão.

Enquanto o piloto do #16 BMW M4 do Team RMG foi perdendo gás e o avanço que detinha, a partir da 5ª volta, Green foi chegando, para assumir a primeira posição, poucas voltas antes da sua paragem mandatária para troca de pneus. O piloto da Audi trocou de ‘borracha’ e voltou para a corrida, atrás de um grupo de carros ainda por parar, liderado por Mike Rockenfeller, com o alemão a estender o seu stint inicial demais da conta, tal o à vontade com que se sentia no muito bem equilibrado #99 Audi RS5 do Team Abt.

Quando Rockenfeller parou, já bem dentro do último terço da corrida, Green assumiu a liderança que manteve até final, comprovando ao agitar da quadriculada uma vitória totalmente merecida, tal o domínio exercido. Com este resultado, fruto de uma performance menos bem conseguida de quase todos os outros candidatos ao título de Campeão do DTM, Green saltou para a 2º posição das contas do título, aumentando o suspense para a corrida de amanhã.

Mike Rockenfeller foi o outro protagonista da corrida de hoje. O piloto do Team Abt, também ele um dos interessados nas contas do título, saiu da boxe após trocar de pneus, colocado abaixo dos cinco primeiros. No entanto, comprovando as indicações que já tinha dado antes de parar, de que tinha um carro muito bem equilibrado, o piloto alemão foi galgando terreno e posições. À entrada para as duas derradeiras voltas, Rockenfeller estava a mais de 2 segundos de Glock, esbatendo essa diferença em mais de um segundo na última passagem pela linha de meta, antes da bandeirada de xadrez. Na última volta, Rockenfeller assumiu a 2ª posição e foi embora, deixando a indicação de que, mais um par de voltas e talvez ainda desse para o Audi amarelo e verde vencer. Um brilhante segundo lugar e uma luz muito maior ao fundo do túnel da luta pelo título.

Timo Glock, autor de uma belíssima corrida, fez tudo bem no dia de hoje. Saiu da pole, foi embora e, enquanto deu, marcou o ritmo da prova. Conseguiu inclusive prolongar a liderança sobre Green por mais uma volta, quando o inglês não lhe deu espaço, forçando-o a sair dos limites da pista na direita que sucede à curva Mercedes. O inglês ainda deixou Glock retornar ao primeiro lugar, antes de o ultrapassar de vez, mas não evitou levar o seu 5º aviso, que o fará baixar 10 lugares amanhã, após o Qualifying para a corrida final. Quanto a Glock, concluiu em 3º, após uma das suas boas performances, este ano.

Race_1_Start
Race_1_Green_2
Race_1_Rockenfeller
Race_1_Glock
Race_1_Martin
Race_1_Mortara

Maxime Martin, que havia largado ao lado de Glock, acabou por levar o BMW M4 do Team RBM ao 4º lugar, na frente de Edoardo Mortara, no Mercedes do Team HWA.

Relativamente aos outros interessados no título, é importante referir desde já que, dos 6 existentes antes da corrida, sobram quatro para vencer amanhã, todos da Audi. Lucas Auer (Mercedes) e Marco Wittmann (BMW) deixaram de ter algo a dizer depois de hoje concluírem respetivamente em 8º e 13º. O líder do campeonato continua a ser Mattias Ekström, que hoje foi 11º, não conseguindo pontuar. O sueco detém 9 pontos de vantagem sobre Jamie Green, mas amanhã também cairá 5 posições na grelha de partida. René Rast é terceiro nas contas do título, a 4 pontos de Green e 13 de Ekström. O alemão concluiu a corrida de hoje na 6ª posição. No entanto, não tem penalizações pendentes e amanhã, com certeza, exceto se lhe acontecer uma catástrofe, sairá à frente dos pilotos que o precedem na classificação. O último que pode ter uma palavra a dizer é Mike Rockenfeller. O 2º lugar de hoje coloca-o a 20 pontos de Mattias Ekström. As chances de Rockenfeller são residuais, mas o piloto do Team Abt já nos mostrou que é capaz de surpreender.

Fotos: Oficiais/DTM

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top