Você está aqui
Home > Formula 1 > Lewis Hamilton Obtém 70ª Pole Position da Carreira

Lewis Hamilton Obtém 70ª Pole Position da Carreira

 

Foto: Oficial/Mercedes

Foi logo na sua primeira tentativa do Q3 para o GP Malásia que Lewis Hamilton cravou o tempo que viria a constituir a pole position para a 15ª etapa do campeonato. Com uma volta em 1m30.076s, o britânico da Mercedes assegurou a 70ª pole position da carreira, adicionando a um record que já detêm desde o GP de Inglaterra deste ano. Depois dos problemas nos treinos de sexta-feira, com ambos os Mercedes a lutarem na busca de velocidade, esta foi a melhor resposta do vice-campeão de 2016 e logo na hora mais importante.

“Tivemos um dia tão difícil ontem que hoje não sabíamos onde estaríamos”, disse Lewis Hamilton. “Esta noite não dormi muito bem, tal como os meus engenheiros, pois não sabíamos se conseguiríamos encontrar o problema. Mas hoje o carro estava muito melhor. As voltas do Q3, principalmente a primeira, foram muito boas. Para ser sincero, não sei como conseguimos, pelo que é uma pequena surpresa estarmos na pole. É sempre especial quando conseguimos extrair um pouco mais do carro. Não sei o que aconteceu ao Sebastian. É uma pena para ele, mas é claro que tentaremos maximizar todas as oportunidades que tivermos, pois ainda temos uma corrida dura à nossa frente.”

Foto: Oficial/Ferrari

A seu lado irá partir Kimi Raikkonen que acabou por ser o sobrevivente de uma qualificação que foi complicada para a Ferrari, ao ver o seu ‘chefe de fila’ e ainda candidato ao título, Sebastian Vettel, ficar pelo caminho naquela que seria a sua primeira volta cronometrada, com insolúveis problemas de potência no motor do SF70. O piloto alemão já tinha mudado o motor antes da qualificação, mas a unidade colocada no SF70 tinha vindo diretamente de Itália sem que tivesse havido tempo de testar todos os componentes.

Indiferente a estes problemas, Kimi Raikkonen apresentou-se forte e rápido e apenas 45 milésimas o impediram de bater o piloto britânico da Mercedes. “O nosso carro tem estado bom todo o fim-de-semana”, disse Kimi. “Hoje no Qualifying estivemos perto, mas teríamos que ter sido um pouco mais rápidos. Acredito que o carro possibilitava isso, mas acabamos sempre por perder um pouco aqui e ali. É desapontante não ser primeiro, mas amanhã vai ser uma corrida longa, tanto para os carros como para os pneus. Acredito que temos um bom carro e boas chances para a corrida. O que aconteceu ao Seb é desapontante, lamento por ele e pela equipa.”

Foto: Oficial/Red Bull/Getty Images/Clive Mason

Em dia de aniversário, a completar vinte anos, Max Verstappen tornou a impor-se entre os Red Bull, para ser o terceiro mais rápido no Q3. Estabelecendo a sua melhor volta (1m30.541s) nos derradeiros segundos das sessão, o piloto holandês teve pelo menos o melhor presente de aniversário que lhe foi possível, depois de também ele ter lutado no dia de ontem com um carro pouco a seu gosto.

“Terceiro no Qualifying é um bom presente de aniversário hoje”, disse Max Verstappen. “Durante todo o fim-de-semana não tenho estado satisfeito com o carro e na última sessão de treinos livres não tinha um balanço perfeito. No Qualifying conseguimos acertar e o carro estava bastante bom. Ficar a quatro ou cinco décimas da pole nesta pista, sabendo que eles podem evoluir os motores no Qualifying significa que estamos a trabalhar bem.”

Ainda bem ciente do que aconteceu em Singapura, Verstappen disse, “Até agora, tenho acabado os sábados bastante feliz e depois tudo muda no domingo. Vamos acreditar que amanhã será diferente e que temos uma boa corrida. Também, espero que não haja sanduiches.”

Os restantes lugares do top cinco, vieram a ser ocupados pelo Red Bull de Daniel Ricciardo (1m30.595s) e pelo Mercedes de Valtteri Bottas (1m30.758s). Ao lado do finlandês, estará Esteban Ocon, o melhor dos pilotos da Force India (1m31.478).

A concluir as posições até ao 10º classificado, referir que a McLaren continua a melhorar o desempenho com os motores Honda e prova disso é a 7ª posição de Stoffel Vandoorne (1m31.582s), que terá a seu lado Nico Hulkenberg, o melhor da Renault (1m31.607s). Atrás deles estarão Sergio Perez (Force India) e Fernando Alonso (McLaren).

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top