Você está aqui
Home > Ralis > Rali de Espanha Apresenta Novo Desafio à Toyota Gazoo Racing

Rali de Espanha Apresenta Novo Desafio à Toyota Gazoo Racing

 

O Rali de Espanha é mais um desafio para a Toyota Gazoo Racing na sua primeira temporada no FIA WRC. As características específicas desta prova, que mistura pisos de terra e asfalto, com apenas 75 minutos para que as equipas de assistência preparem o carro entre as duas superfícies, vão significar novo teste à eficiência da equipa dirigida por Tommi Mäkinen. O finlandês, ex-piloto de ralis e tetra Campeão Mundial de WRC (de 1996 a 1999), participou várias vezes no antigo formato desta prova, na altura apenas em asfalto. Assim sendo, Mäkinen irá ter que se basear muito na experiência de Jari-Matti Latvala neste tipo de evento.

“Espanha será algo completamente desconhecido para mim, visto que nunca guiei nesta prova como ela é feita hoje em dia, com uma mistura de terra e asfalto”, disse Mäkinen. “Pessoalmente não sei o que esperar, mas é claro, o Jari-Matti conhece bem este desafio. Com dois tipos de superfície, será requerido muito trabalho aos engenheiros e mecânicos, além de termos que usar muito equipamento extra.

No entanto, estou seguro que todos estão preparados e sabem o que têm a fazer quando os carros chegarem à assistência, para mudar todas as partes necessárias. Temos estado a avançar no desenvolvimento do carro  e espero que com novas peças, novas ideias, possamos também evoluir em Espanha.”

Jari-Matti Latvala tem feito uma temporada irregular. Com um bom início de campeonato, o finlandês foi 2º em Monte Carlo e a seguir deu a primeira vitória à equipa no WRC, no Rali da Suécia. Tornou a ser segundo na Sardenha, mas depois tem estado bastante inconstante e as ultimas duas provas do campeonato, a de casa (Finlândia) e o Rali da Alemanha. decididamente correram mal ao finlandês. Em Espanha, Latvala vai querer reajustar a sua performance para relançar a derradeira fase do campeonato.

“Eu gosto da combinação em Espanha, a começar na terra e depois ir para dois dias no asfalto” , disse Jari-Matti. “São as melhores estradas de asfalto do campeonato, o mais parecidas possível com um circuito – as classificativas de terra também são muito boas. Fiz dois dias de testes para esta prova, esta semana: no asfalto, estivemos focados na suspensão e, na terra, a nossa atenção esteve no diferencial. A mudança de superfície cria trabalho extra para mecânicos e engenheiros e, como pilotos, precisamos adaptar o nosso estilo de imediato. O nosso carro mostrou-se capaz de vencer na terra (Finlândia) e evidenciámos performance no asfalto (Alemanha), pelo que acredito seremos muito competitivos.”

Fotos: Oficiais/Toyota Gazoo Racing

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top