Você está aqui
Home > Formula > Félix Rosenqvist Vence em Marraqueche

Félix Rosenqvist Vence em Marraqueche

 

Félix Rosenqvist aos comandos do carro da Mahindra Racing, foi o vencedor do FIA Formula E E-Prix de Marraquexe, disputado hoje no circuito Moulay El Hassan.

A corrida de Marraquexe, terceira da temporada de Fórmula E, foi desinteressante até ao último par de voltas ao circuito citadino marroquino. Com Sébastien Buemi a sair da pole position e a manter-se em primeiro desde o arranque, fomos assistindo volta a volta, ao suíço da Renault E.Dams a dominar a prova, seguido de perto por Sam Bird (DS Virgin Racing) e Félix Rosenqvist, sempre o melhor dos pilotos da Mahindra.

Foi atrás do suíço que a ação começou, primeiro quando Bird teve que lidar com um pequeno problema técnico no carro da DS Virgin, sendo ultrapassado por Rosenqvist, que ascendeu ao 2º lugar e depois quando a duas voltas do fim, o sueco impôs a superioridade do carro da Mahindra, para ultrapassar Buemi e vencer nas ruas de Marraquexe. Rosenqvist passou e o suíço nem sequer teve hipótese de tentar ripostar, pois o carro da Mahindra de imediato abriu distância.

A vitória de Rosenqvist soube a prémio, já que durante o dia de hoje, com treinos e prova, o sueco estava a lutar com alguns problemas que o vinham impedindo de um melhor desempenho. “A certa altura do dia, já me contentaria com uma posição no meio do pelotão, já que nos treinos livres estávamos a sofre bastante”, referiu Rosenqvist. “Depois, fizemos uma análise e percebemos como, no qualifying, poderíamos dar melhor uso aos pneus, o que nos permitiu evoluir muito para a corrida. Disseram-me que teria que carregar a minha bateria 30 minutos antes de ir para a pré-grelha, por isso tive que ‘rezar’ para que o meu segundo carro estivesse pronto. Mil obrigados à equipa. Acho que tive alguma sorte com o facto do Lucas (Di Grassi) se afundar na classificação tão cedo e, obviamente, quando o Sam (Bird) teve um problema no seu carro, na reta principal. Tentei manter-me calmo e gerir a minha energia, pois o carro ainda não estava na temperatura ideal e, no momento certo, ataquei. Estou super feliz”.

Marra_Start
Marra_Podio
Buemi_Marrakesh_Quali
Bird_Marra

Na corria, Sébastien Buemi, acabou por ter que se contentar com o 2º lugar, a 0.945s de Rosenqvist. Sam Bird conservou o derradeiro lugar do pódio até ao fim.

Atrás dos três primeiros, a corrida foi intensa, com vários ‘atores’ a desempenharem papeis de relevo. Desde logo, excelente corrida de Nelson Piquet Jr, no carro da Jagua Panasonic. O brasileiro ‘fartou-se de ganhar posições, conseguindo chegar até ao 4º lugar. Pelo meio. algumas ultrapassagens brilhantes, como a efetuada a José Maria López (Dragon Racing).

Jean-Eric Vergne (Techeetah), fechou o top cinco, seguido de José Maria López, Nick Heidfeld (Mahindra Racing), Tom Blomqvist (MS & AD Andretti Fórmula E), Alex Lynn (DS Virgin Racing) e Daniel Abt (Audi Sport Abt Schaeffler).

António Félix da Costa Cá Para Trás Por Culpa de Outros

O português da MS & AD Andretti Fórmula E, sofreu muito este fim-de-semana em Marraquexe. Sabendo que não conta com um carro tão performante como os seus adversários, arriscou demasiado no Qualifying, acabando por embater forte no muro numa das curvas mais rápidas do traçado. Acabou por ter que largar da penúltima posição e, logo após o arranque, caiu para último. Foi depois subindo posições, enquanto o seu segundo carro – com que embateu nos treinos – era recuperado até à paragem para a troca, sensivelmente a meio da prova. Com um excelente desempenho, o ‘Formiga’ foi ganhando posições, sendo um dos primeiros a entrar para a troca de carro, quando era 10º. A troca correu bem e entrou rápido para a pista. Foi nessa altura que, em virtude de um incidente com André Lotterer, que falhou uma travagem e deixou o carro da Techheetah em zona complicada, a organização optou por acionar o full course yellow, quando a maior parte dos carros se preparavam para entrar na boxe. Numa decisão que foi tudo menos justa – até porque o carro de Lotterer continuou no mesmo local – os pilotos que já tinham parado, tal como Félix da Costa, tiveram que se ‘arrastar’ em pista, enquanto os que nessa altura pararam, tiveram mais que tempo de o fazer, e voltar ao traçado, com enorme vantagem para os demais. Todo o trabalho de recuperação do português, caiu assim por terra, pois acabou por se afundar na classificação. No final, concluiu em 14º, bem longe dos pontos.

Estrelas de Hollywood Marcaram Presença

Quem esteve em Marraquexe este fim-de-semana, assistindo à 3ª etapa do campeonato ABB FIA Fórmula E, não pode deixar de ver dois dos mais notáveis atores da atualidade. Leonardo Di Caprio, um defensor do ambiente e, desde logo, aficionado do FIA Fórmula E, marcou presença no circuito Moulay El Hassan. Também presente em Marrocos, este fim-de-semana, a celebrar o seu aniversário, esteve Orlando Bloom que inclusive deu uma volta ao circuito, no BMW i3, ‘guiado’ por Lucas Di Grassi.

Fotos: Media Formula E/LAT/Sam Bagnal, Sam Bloxham

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top